quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Associação Cultural, Agrícola e Esportiva realiza Exposição de Arte e Cultura em homenagem ao Centenário de Prudente !


No Centro Cultural Matarazzo, a ACAE montou uma Exposição de Arte e Cultura p/homenagear os 100 anos de Pres.Prudente


         A Exposição Visual de Arte e Cultura vai até o dia 30 de Novembro.  

    O Prof.Toshio Koketsu, em nome de toda a comunidade nipo-brasileira fez questão de montar  
    uma Exposição que envolve várias gerações - desde os primeiros imigrantes - até os dias atuais.
  Ele é um especialista em Artes Marciais e veio para Presidente Prudente, onde atua desde 1975.

Kirigami - do japonês Kiru = recortar
e Gami = papel, criando seres e objetos
Aqui foi montada uma Exposição de Origami, que nada mais é do
que a arte tradicional e secular japonesa de dobrar o papel, criando
representações de objetos e animais.
A Arte gravada em mármore, foi uma iniciativa de Tadashi  Mizukawa.

 Aves e animais são novidade.

                          As Artes plásticas ganharam espaço nesta Exposição na Galeria "Takeo Sawada", começando pelo saudoso Kinya Ikoma e outros destacados valores. 

Algumas telas trazidas pera esta Exposição Culltural do Centenário
retratam o avanço alcançado pelas Artes Plásticas, que desde longa
data vem revelando valores culturais dos mais expressivos.



O "Taiko" veio como presente. 

   Numa justa homenagem ao Prof.Toshio Koketsu, é mostrada esta tela a todos os visitantes que chegam a Exposição do Centenário no Centro Cultural Matarazzo. Trata-se de protótipo do navio de guerra - GUNKAN - obra prima de autoria de Shigueo Koketsu, produzida no ano de 1950.  
                                                  ---------------------------------
A chegada dos primeiros imigrantes japoneses à região de Presidente Prudente está prestes a completar 100 anos. De acordo com os registros existentes, duas famílias japonesas instalaram-se nesta área territorial em 1918, numa distância aproximada de 4 km da Vila Goulart . No ano seguinte, outra família nipônica instalou uma pequena Loja comercial no mesmo vilarejo. Por isso, o Censo Demográfico de 1923 registra a participação de três famílias de origem japonesa na zona urbana e 28 na zona rural, perfazendo então o total de 31 famílias de japoneses em Presidente Prudente. Preparando-se para as comemorações dos 110 anos de Imigração em 2018, a ACAE - Associação Cultural, Agrícola e Esportiva - de Presidente Prudente decidiu promover a "Exposição do Centenário" que está sendo realizada na Galeria "Takeo Sawada", no Centro Cultural Matarazzo. A mostra está aberta ao público até o dia 30 de Novembro. O evento conta com os trabalhos de Emi Maeda, da Diretoria Cultural e Coordenação do Prof. Toshio Koketsu.

Nascido em Vera Cruz/SP, o Professor Koketsu veio para Presidente Prudente (juntamente com sua família) em 1975 e tem prestado relevantes serviços à comunidade nipo-brasileira, através de sua atuação nos setores de Esportes, Educação e Cultura. Face às comemorações dos 100 anos da cidade, o espaço cultural montado pela Diretoria Cultural da ACAE, expõe alguns itens que simbolizam as tradições, bem como relíquias e quadros de renomados artistas plásticos. A maioria deles deixou seus traços ou sinais de contribuição no decorrer do período. O Coordenador explica inicialmente que o TORII é um portão tradicional japonês - ligado à tradição xintoísta - e assinala a entrada ou proximidade de um "Santuário". É composto por 2 pilares verticais, unidos no topo por uma trave horizontal, muitas vezes coloridos e tons avermelhados. Não há consenso a respeito de sua origem.

Uma decoração que consiste num arranjo com hastes de bambu, ramos de pinheiro e ameixeira é conhecido por KADOMATSU. Seu simbolismo vai mais além de uma peça decorativa. Significa "portão de pinheiros" e serve para acolher supostamente os espíritos ancestrais ou "Toshigami", que quer dizer: "Deuses do Ano Novo". A parte principal consiste em 3 hastes de bambu em tamanhos diferentes e extremidades cortadas em diagonal, que significam: o céu, a humanidade e a terra. Nas fotos de nosso blog, pode ser visualizado um KIMONO - Yukata.- considerado traje tradicional japonês. O Professor Koketsu explica que os kimonos são geralmente usados nas cerimônias de casamento, culturas tradicionais, cerimônia do chá, dança japonesa ou ocasiões especiais. Depois vem o ORIGAMI, que é uma arte secular japonesa de dobrar o papel, criando representações de objetos e animais. Em seguida, KIRIGAMI (do japonês kiru, que significa recortar) e KAMI (igual papel), que é arte tradicional japonesa de recortar o papel, criando representações de determinados seres ou objetos. IKEBANA é arte japonesa de arranjos florais, também conhecida por KADO. E por fim, SUMIE que é uma técnica de pintura oriental que surgiu na China no Século II da era cristã. Da China, o SUMIE foi levado para o Japão, onde tornou-se mais difundido.

NOTÍCIA EM TEMPO REAL -  Para se atualizar, acesse o Twitter:  www.twitter.com/altinocorreia




sábado, 4 de novembro de 2017

Juiz do TRT da 15ª Região, recebe homenagens e concessão do título de "Cidadão Prudentino" !

O Fórum Trabalhista de Presidente Prudente representa
importante conquista, graças ao empenho pessoal do
Juiz homenageado, Dr. José Roberto Dantas Oliva
.





Com  seu trabalho reconhecido, o Juiz do TRT José Roberto Dantas Oliva recebeu da Câmara Municipal de Presidente Prudente - como forma de reconhecimento - o título de
 "Cidadão Prudentino". A entrega do diploma realizou-se em sessão solene na noite de 27 de Outubro de 2017.


O Ato solene foi prestigiado por inúmeras autoridades. Entre as
quais, o Desembargador do TJSP, Dr. Spencer  Almeida Ferreira.
Também presentes, autoridades locais e de toda a região.  
Presença dos familiares do homenageado, com destaque especial para os
seus pais, esposa, filhos, genro e netos. Também presente, o Deputado
Estadual, Ed Thomas. 
Representando o Poder Judiciário de
Pres.Prudente, o Dr.Antonio R.Sylla. 

Universidade,ACE e PM representadas
O mais novo "Cidadão Prudentino" é proclamado na Câmara Municipal, em sessão solene  presidida peloVereador, Dr. Ênio Luiz Perrone. Autor do Projeto Legislativo,  Vereador Demerson Dias, que aparece ao lado do homenageado e seus familiares.  
                                                  No Plenário da Câmara: O título honorífico concedido pelo Poder Legislativo é mostrado a todos os presentes, pelo mais novo "Cidadão Prudentino".

A Imprensa foi aqui representada.
            A festa marcou um dia histórico vivido pela população que  acolheu carinhosamente seu mais novo Cidadão, nascido em Venceslau e agora, adotado oficialmente e considerado o mais novo "Cidadão Prudentino".
                                                                                                   A grande família Dantas Oliva, aqui reunida para as homenagens tributadas ao seu querido filho, José Roberto Dantas, como atestado de reconhecimento - através do título de Cidadão Prudentino - entregue solenemente em sessão comemorativa ao Centenário da cidade.                                                                                              ------------------------------------------.

Nascido em berço humilde na cidade de Presidente Venceslau no dia 7 de Fevereiro de 1962, o atual Juiz do Trabalho, José Roberto Dantas Oliva é o mais novo "Cidadão Prudentino" por deliberação da Câmara Municipal presidida pelo Vereador Ênio Luiz Perrone. O autor do Projeto Legislativo foi o Vereador Demerson Dias, também conhecido por "Demerson da Saúde". A escolha que contemplou o Diretor do TRT para receber o título levou em consideração o empenho pessoal desenvolvido no decorrer dos últimos tempos pelo Juiz Dantas Oliva para dotar a cidade e a região de um Fórum Trabalhista da mais alta categoria. Trata-se de "um prédio magnífico que dignifica o judiciário trabalhista e orgulha o povo prudentino". São 5 pavimentos e um anexo, ocupando 3.750,27 m2, onde foram investidos R$8.580.963,70 pelo TRT da 15ª Região, além de R$260.000,00 de Administração da Obra;que durou 29 meses para a edificação, propiciando centenas de empregos junto à população local. O Juiz homenageado diz que "não foi um conquista individual, mas o resultado da união de forças e a vontade concreta de realizar o empreendimento, tão necessário e caro ao povo prudentino e da região". Foi uma luta de quase três décadas (que iniciou com o falecido Juiz João Pedro Gomes); contou com o empenho da Juíza Mariantonia Muzel Castellano; do Juiz Osvaldo José da Silva e muitos outros.

Em seu discurso de agradecimento na Câmara Municipal, o homenageado José Roberto Dantas Oliva destacou a luta de muitos de seus ex-companheiros, cotados como colegas valiosos. Entre os quais, os Juizes: Léo Minoru Ozawa e Kátia Pasquini Braiani. O juiz Rogério José Perrudi, que com ele dividiu as responsabilidades da 1ª.Vara, sempre com muita competência. Acrescentou outros nomes: Regis Antonio Bersanin Niedo, Mouzart Luis Silva Brenes; Vanessa Maria Sampaio Lopes Villanova e Nelma Pedrosa Godoy Santana Ferreira. "Depois vieram outros, que igualmente merecem todo o meu respeito" - enfatizou o Juiz Dantas Oliva. Acrescentou o orador em seu discurso: "Contamos com o apoio da Advocacia prudentina, da Imprensa Regional, do Município - então dirigido p/ prefeito Milton Carlos de Mello/Tupã -da Câmara de Vereadores, de Deputados Estaduais e Federais, dos quais destaco Ed Thomas; dos valorosos Servidores da Justiça do Trabalho e o imprescindível apoio de várias administrações do TRT da 15ª Região. Enfim, uma vitória da comunidade e do Judiciário Trabalhista".

Presentes na sessão solene, familiares do homenageado tiveram a oportunidade de ver e ouvir palavras de fé e encorajamento do orador, homenageado com o título de "Cidadania Prudentina". Primeiro destaque: o pai do homenageado (Sr.Albino),Carpinteiro humilde, cuja maior ambição era dar um teto para a família e possibilitar a educação dos dois únicos filhos. Estava internado até a véspera da homenagem, mas fez questão de vir prestigiar o filho (Juiz e Diretor do TRT), mesmo tendo que se acomodar numa cadeira de rodas."Você é meu exemplo, pai" - disse Dantas Oliva - visivelmente emocionado.Ao lado do pai, a presença da mãe, D.Maria Zilda Dantas Oliva. A esposa Margarete e a irmã Roseli - advogada - também presentes, juntamente com a filha Daiane - que é Juíza de Direito - casada com o Delegado da PF - Leopoldo; e o irmão Danilo, casado com Isadora (Ambos Engenheiros Civis). Do primeiro casal resultaram 3 filhos: Miguel, Gabriel e Rafael "os três arcanjos que iluminam o meu caminho na luta por um mundo melhor para crianças e adolescentes, futuro desta nação". Do casal Danilo-Isadora resultou o nascimento de Júlia (Julinha), a quarta neta do mais novo "Cidadão Prudentino". Até chegar às elevadas funções de Juiz do
Trabalho e Diretor do TRT, Dantas Oliva frequentou exclusivamente Escolas Públicas, começando por Presidente Venceslau. 

NOTÍCIA EM TEMPO REAL - Para se atualizar,acesse o Twitter:  www.twitter.com/altinocorreia


sábado, 28 de outubro de 2017

Atlas Ambiental Escolar de Presidente Prudente é modelo para São Paulo e o Brasil !

Aqui, se verifica o posicionamento de Presidente.Prudente
Prof.Dr.João Osvaldo R.Nunes.
Prof.Dr.José Mariano C.Gouveia.
Os dois Docentes são responsáveis
pelo lançamento do Atlas Ambiental,
juntamente com a Profª.Drª. Isabel
Cristina M.Gouveia,da FCT/UNESP
    O lançamento do Atlas Ambiental Escolar de Presidente Prudente representou um marco histórico.
A principal proposta do Atlas é mostrar formas diferentes de compreensão do uso e ocupação do solo rural e urbano.
O processo histórico de produção do espaço geográfico transformou as
paisagens do município, gerando alterações sócio-ambientais. 

A Profª.Drª.Isabel Cristina Gouveia em
seu pronunciamento durante o ato de
lançamento do Atlas Ambiental.
Computação gráfica mostra detalhes.
São materiais disponibilizados e
bastante úteis, inclusive para a
gestão pública - diz o Prof.Dr.
José Mariano Caccia Gouveia.
Para o Grupo de Pesquisadores, este foi o trabalho mais importante, reservado para ser entregue no ano do Centenário de Presidente Prudente no dia 17 de Outubro. 

A importância desse lançamento
Problemas que desafiam a cidade.
O novo Atlas, recebido com euforia.
A platéia que compareceu e aplaudiu.
Os Mestres e Doutores, também.
 Estudantes estão empolgados.

  Geógrafos e Pesquisadores da FCT/UNESP desenvolveram projeto que teve a duração de dois anos. E aí está o resultado, que obteve a melhor receptividade possível.
 
Esta é a linha de frente, que se empenhou pelo espaço de dois anos consecutivos, para realizar esse projeto da mais alta importância para os destinos da cidade e de todo o município de Presidente Prudente.                                                                                 --------------------------------                 


Atlas - segundo a Wikipédia - é uma coleção de mapas e outras informações cartográficas, geográficas ou astronômicas tradicionalmente agrupadas em um livro. Mas também encontradas em formatos eletrônicos com o CD-ROM. A 1ª Edição (impressa) saiu em 1477 e continha ilustrações com 27 mapas. Mas o que está sendo lançado agora é um Atlas Virtual, produzido por uma Equipe de Professores e Pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Geografia, da FCT/Unesp. O Atlas Ambiental Escolar de Presidente Prudente é resultante de um projeto que exigiu cerca de dois anos de existência, tendo na coordenação o Prof.Dr: João Osvaldo Rodrigues Nunes, Prof.Dr.José Mariano Caccia Gouveia, Profª.Drª.Isabel Cristina Moroz Caccia Gouveia. Também atuando como Desenvolvedor, o Prof.Dr.Ronaldo Celso Messias Correia; Produtor Audiovisual, Mário Augusto Maldonado e Haroldo Shigueaki Teruya, que desenvolveu a produção do Atlas. O ato de lançamento foi prestigiado pelo Diretor da Faculdade, Prof.Dr.Marcelo Messias, Docentes e Discentes dos diversos cursos mantidos no Câmpus Universitário da Unesp em Presidente Prudente.

A principal proposta do Atlas Ambiental - lançado oficialmente na noite de 17 de Outubro de 2017 - foi mostrar à comunidade local e regional, formas diferentes de compreensão, uso e ocupação do solo urbano e rural do município. Não somente nos aspectos da densidade populacional, mas em qualidade de serviços e equipamentos coletivos. "O processo histórico de produção do espaço geográfico, transformou as paisagens de Presidente Prudente, gerando alterações socioambientais, tais como: impactos hidrológicos, morfológicos, climáticos, biogeográficos, socioeconômicos e culturais" - a definição foi dada pelo Livre Docente, João Osvaldo Rodrigues Nunes, do Deptº de Geografia da FCT/Unesp. Ele acrescenta que os problemas abordados procuram mostrar uma análise integrada da realidade local, com uma linguagem de fácil compreensão, especialmente para os estudantes da educação básica (fundamental e média), com fins pedagógicos. Para acessar o Atlas Ambiental, este é o Link: www.fct.unesp.br/atlasambiental

A organização dos dados socioambientais do município em um Atlas Ambiental Escolar no formato digital, contribuirá para a análise integrada dos dados supracitados, bem como das condições ambientais atuais e para o desenvolvimento de políticas educativas voltadas para o estudo local. Assim, o Atlas pode ser um importante mecanismo de sensibilização, chamando à corresponsabilidade para com o ambiente, bem como, potencializando processos de Educação Ambiental. Com isso,busca-se encontrar novos caminhos que possam construir espaço de diálogo e criar novas possibilidades de ser e agir no seu próprio espaço. O casal de Docentes,José Mariano e Isabel Cristina Moroz Caccia Gouveia (ambos integrantes da Coordenação do Projeto) acentuou em entrevista à TV Fronteira, que a ideia do Atlas foi a de reunir todos os detalhes que envolvem a região de Presidente Prudente. "Já recebemos convites para visitar algumas escolas para apresentar o Atlas aos alunos e professores. Com todo seu conteúdo, representado por mapas, informações, documentos, ilustrações, gráficos, como também materiais mais interativos".   

NOTÍCIA EM TEMPO REAL - Para se atualizar, acesse o Twitter:  www.twitter.com/altinocorreia


quarta-feira, 18 de outubro de 2017

A.P.E. comemora dez anos e promove o 100º Sarau Solidário em homenagem ao Centenário de Prudente !

  O "Café Poético"já se tornou tradição, sempre no 2º Sábado de cada mês no Centro Cultural Matarazzo. No 3º Sábado, a atração é outra: o "Sarau Solidário". às 19h30.

Um encontro poético que se desenvolve todos os meses no Centro
Cultural Matarazzo é promovido pela Secretaria  Municipal de Cultura.
Abaixo: CLAPE 1 -  produção da Associação Prudentina de Escritores.
Aqui, todos são bem vindos.
Encontros no 2º Sábado do mês.
Poetas e escritores - em número superior a 30 -  fazem parte do elenco da Associação Prudentina de Escritores.
Todos eles demonstraram euforia e grande contentamento ao receber os primeiros exemplares desta publicação.
Foram dez anos de espera. Mas o principal  objetivo foi alcançado no
CLAPE 1,com 192 páginas contendo Poesia e Literatura.  Com vistas a 2018
já começam os preparativos para a produção de um nova série - CLAPE 2  
Prof.Carlos Freixo - Pres. da A.P.E.
e Dr.Chiquinho no Salão do Livro.
Tendo como local o Recinto de Exposições, foi promovido no dia 8 de Setembro como parte da programação alusiva ao  Centenário de Presidente Prudente, o Café Poético. A programação continuou por todo o mês e também em Outubro.
Novo troféu evidencia a figura de um pioneiro: Professor, Advogado, Jornalista e Historiador: BENJAMIN RESENDE, que criou "Raízes Prudentinas"e é o Patrono do mais novo Troféu destinado a homenagear os Melhores do Ano.

O 100º Sarau Solidário aconteceu em 16/Setº em noite memorável no Centro Cultural Matarazzo.
Este é o Troféu que premiou dezenas de personalidades dedicadas às 
Artes, Cultura e desenvolvimento: marco inesquecível para quem recebe. 
Uma justa homenagem ao Patrono e Historiador que orgulha a região.


  Depois do 100º Sarau Solidário envolvido nas comemorações da cidade centenária de Pres.Prudente, o 101º Sarau foi realizado simultaneamente com o 8º Salão do Livro, no IBC - Centro de Eventos - no dia 7 de Outubro de 2017.

Todo Sarau tem Literatura, Poesia e Música. Mais uma vez, a Associação Prudentina de Escritores - A.P.E. - promoveu um belo Recital, onde os participantes foram inúmeros, incluindo Cida Ajala, José Júlio Samogim e outros.

----------------------------------------------------

Há mais de dez anos, o Professor Carlos Francisco Freixo  alimentava  um  sonho de criar uma Instituição dedicada  a  incrementar suas pretensões de Poeta  e  Escritor.   Os primeiros contatos  foram  diretamente  com as pessoas  mais íntimas. Daí resultou a   formação de um grupo que alimentou o mesmo sonho por aproximadamente três anos. E por uma questão de organização, os encontros eram realizados em  locais  diferentes da  cidade, a  começar  pelos botecos, restaurantes, churrascarias, lanchonetes,  etc. Onde houvesse espaço e aceitação, lá estava o  grupo reunido e com isso, veio a ideia: fundar a Associação Prudentina de Escritores/APE, que está comemorando seus dez anos de existência. Nestes últimos dois meses, a Associação promoveu uma série de eventos em  locais diferentes, prevalecendo  como ponto preferencial o Centro  Cultural  Matarazzo, onde são realizados o "Café Poético"com apoio da Secretaria Municipal de Cultura (no 2º Sábado às 9h30) e o "Sarau Solidário",  (no 3º Sábado às 19h30), todos os meses. Destaque para o 100º Sarau Solidário em homenagem ao Centenário de Presidente Prudente, com entrega do 8º Troféu "Benjamin Resende", uma justa homenagem ao Professor, Advogado, Jornalista e Escritor. O 101º Sarau Solidário realizou-se durante a promoção do 8º Salão do Livro. 

A Associação Prudentina de Escritores reúne atualmente cerca de 40 associados. Para ingresso não existe restrição. Basta apenas algum trabalho de Literatura ou Poesia que tenha merecido publicação ou postagem. Também não existe área demarcada como domicílio. O importante é que o interessado resida em qualquer localidade da região. Além de ter acesso todos os meses ao "Café Poético" no Centro Cultural Matarazzo, o associado participa de todas as atividades desenvolvidas pela A.P.E., juntamente com familiares e convidados. Para inscrição existe uma taxa simbólica e durante a realização do "Sarau Solidário", a única exigência é a participação na campanha em prol de entidades filantrópicas, com a doação de 1 kg de alimento não perecível. O Patrono- Prof.Benjamin - na sua modéstia disse: "Eu achava que não merecia ter meu nome nesta premiação e eu vi que esse título não era apenas uma homenagem. Mas também uma forma de mostrar a quantidade de artistas que temos. Sinto-me muito feliz por carregar esse prêmio" - finalizou profundamente emocionado.

Enquanto se desenvolve a programação rotineira de Outubro/2017 - após o Café Poético realizado na Biblioteca do Centro Cultural Matarazzo -  no dia 14, as atenções se voltam para o 102º Sarau Solidário  a ser realizado dia 21 sob o tema: "A criança outra vez" e na semana seguinte, mais propriamente no dia 28/Outº participação de um tradicional Sarau, promovido mensalmente pela comunidade de Bastos. "Nós, da A.P.E. somos convidados especiais!" - disse o Presidente Carlos Francisco Freixo. É importante frisar que "neste olhar que temos sobre nossos artistas, encontramos por toda a região pessoas inspiradoras. E não poderíamos deixar de agradecer por tanta inspiração e transpiração por mais uma vez, vibrarmos juntos, neste momento especial" - conclui o Professor Freixo.   

NOTÍCIA EM TEMPO REAL -  Para se atualizar,acesse o Twitter: www.twitter.com/altinocorreia