sábado, 3 de dezembro de 2016

Prudente outorga título do Grande Colonizador "Coronel José Soares Marcondes" ao Desembargador do TRT

  Prudente acolheu e reverenciou no dia 29/Novº, o Desembargador Lorival Ferreira dos Santos.
Para receber homenagens da Câmara Municipal de Presidente Prudente,
o Desembargador do TRT/São Paulo. Ele foi agraciado com a Medalha e
Diploma do Mérito Grande Colonizador"Coronel José Soares Marcondes"
como forma de reconhecimento pela sua grande contribuição  prestada
através da implantação do Fórum Trabalhista do TRT, comemorando
seus trinta anos de existência.no Estado de São Paulo.
------------------------------------------------------------
FOTOS: ANA CLÁUDIA DE SIQUEIRA
O Fórum Trabalhista do TRT está
instalado no Parque do Povo.

Em sessão solene, a Câmara Municipal de Presidente Prudente reuniu-se na noite de 29/Novº, especialmente para as
homenagens ao Desembargador Lorival Ferreira dos Santos, do Tribunal Regional do Trabalho/TRT-15ª Região..
  O reconhecimento do Poder Público pelos relevantes serviços prestados à comunidade regional.
O Ato Solene foi prestigiado com a presença de autoridades e convidados.
Dentre os quais, Juizes, Promotores, representantes da OAB e outros.  O
Diretor do Fórum Trabalhista, José Roberto Dantas Oliva fez a saudação.





José Roberto Dantas Oliva.
Na abertura da Sessão Solene, a recepção ao homenageado, com aplausos.
À seguir, diversos pronunciamentos com a saudação inicial. Depois dos
discursos e homenagens, a entrega da Medalha e Diploma do Mérito.
       A Medalha do Mérito.
Ato de entrega do Diploma do Mérito Grande Colonizador pelo Presidente
da Edilidade Prudentina, Dr. Ênio Luiz Perrone.
----------------------------------------------------------
 A medalha do Mérito no ato de
entrega p/Vereadora Alba Lucena.


     No encerramento da solenidade uma foto para a história, com o Desembargador Lorival Ferreira dos Santos, ao  lado das autoridades. 

         Nas mãos do Desembargador Lorival Ferreira dos Santos, o Diploma do Mérito Grande        Colonizador "José Soares Marcondes", outorgado pela Câmara Municipal de Pres.Prudente -  através do Decreto Legislativo 91/16 - do dia 02 de Novembro de 2016 (16ª Legislatura).  

---------------------------------

Os trinta anos do Tribunal Regional do Trabalho - TRT - foram comemorados festivamente em Presidente Prudente com a presença do atual titular, Desembargador Lorival Ferreira dos Santos. Com efeito, foi em 1986 que um modesto Advogado - hoje aposentado como Desembargador - Pedro Benjamin Vieira militava em Presidente Epitácio/SP e região de Presidente Prudente. Ele tornou-se o fundador dessa Instituição que vem prestando inestimáveis serviços à comunidade local e regional. Somando-se às causas que resultaram em grandes benefícios para empregados e empregadores foram criados novos mecanismos; e 30 anos depois, o  Fórum Trabalhista de Presidente Prudente sob a direção de José Roberto Dantas Oliva (tb titular da 1ª.Vara do Trabalho), dá mostras de sua eficiência. Registra um índice de conciliações em torno de  47% através de 700 Audiências em Presidente Prudente, com 350 acordos e quase 6 milhões homologados aos reclamantes. Valores esses que chegam à economia da região num momento difícil e de crise.

A sessão solene da Câmara Municipal de Presidente Prudente foi presidida pelo Dr.Ênio Luiz Perrone, que ao compor a mesa convidou autoridades, membros do Legislativo, servidores da Justiça e representações da sociedade civil que vieram prestigiar o ato histórico de homenagem ao Desembargador. O Juiz de Direito, Dr.Antonio Roberto Sylla - Diretor da 5ª.Região Administrativa Judiciária de Presidente Prudente, representou o Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Desembargador Paulo Dimas Mascaretti. O Secretário Municipal Amadis de Oliveira Sá, de Assuntos Jurídicos e Legislativos, representou o Prefeito Milton Carlos de Mello - Tupã - e o Presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 15ª.Região (Amatra XV), Juiz Luís Rodrigo Fernandes Braga foi representado pelo colega, Mozart Luís da Silva Brenes, enquanto o Diretor do DEINTER-8, Walmir Geralde foi representado pelo Delegado Moacir de Oliveira Lima. O Presidente da Edilidade, elencou os diversos feitos do TRT-15 e sua vocação conciliatória. Em seguida, destacou o Vereador Izaque Silva para a leitura - na íntegra - do Decreto Legislativo que dispõe sobre a concessão da Medalha e Diploma do Mérito Grande Colonizador "José Soares Marcondes".

Convidado para assumir a tribuna, o Desembargador Lorival Ferreira dos Santos agradeceu a homenagem e evidenciou os números da 15ª.Região do TRT. "Somos o maior Tribunal Trabalhista do país e o mais produtivo" - disse. Em seguida, acentuou que "nossa Jurisdição abrange 599 municípios e uma população de cerca de 21 milhões de pessoas. Em 2015 recebemos mais de 322 mil processos; e solucionamos mais de 280 mil, na 1ª.Instância. A produtividade também verificada no segundo grau de jurisdição - onde recebemos mais de 116 mil novos feitos - dos quais, julgamos mais de 103 mil". O Desembargador prosseguiu seu pronunciamento, com elogios pelo desempenho dos Centros Integrados de Conciliação/ CIC de Presidente Prudente no mutirão, anunciando também que a 15ª homologou mais de R$ 280 milhões aos trabalhadores, com a realização de 11.132 audiências e 3.950 acordos firmados. O Presidente do TRT defendeu a conciliação como forma mais rápida para solucionar os conflitos trabalhistas, enfatizando: "É preciso desmistificar a cultura da sentença existente no país " - concluiu. 


NOTÍCIA EM TEMPO REAL - Para se atualizar, acesse o Twitter:   www.twitter.com/altinocorreia
                                       

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Religiosa lança livro que é o resgate histórico de uma família tradicional de imigrantes italianos !

Irmã Apparecida Crepaldi, que nasceu em Santo Anastácio e depois se
transferiu para Presidente Prudente escreveu um livro dedicado à família.

Lançamento bastante prestigiado.


A Família Crepaldi, reunida num encontro histórico em Pres.Prudente-SP. 
No livro que acaba de ser lançado no
Centro Cultural Matarazzo,a autora
Ir.Cidinha reuniu familiares e amigos
desde longa data. A obra com quase
200 páginas, relata a epopeia dos
antigos imigrantes. Em especial, as
famílias de sua origem: Crepaldi e
Trevisan -os imigrantes que vieram
da Itália - e se implantaram nesta
região desde o final do Século 19. 

O lançamento do livro "Lembranças e Emoções" despertou o interesse pelo resgate histórico, revelando o trabalho de pioneiros italianos que aqui chegaram e se fixaram na vida rural.

Prof. Carlos Freixo, da A.P.E.
O primeiro autógrafo de uma série.
Irmã Apparecida Crepaldi - uma dádiva de Deus - a serviço da coletividade.
Na vida religiosa, ela cumpre uma missão divina. Mas nunca se esquece da
cidade que a acolheu juntamente com sua família, unida e numerosa.
Irmã Apparecida e suas dedicatórias.


      No final,.muitos agradecimentos

Na história da Alta Sorocabana, as famílias Crepaldi e Trevisan deixaram sua marca registrada. Mas a vontade de Irmã Cidinha Crepaldi era documentar os fatos verdadeiros com amplos detalhes, do século passado até os dias de hoje.

                                                                   ------------------------------
"O livro é a história de uma família de imigrantes italianos que se radicou no Brasil no final do século XIX e se desenvolveu, cresceu e se multiplicou como tantas outras famílias de europeus que vieram para o Brasil, após a Lei Áurea que extinguia a escravidão no país". Este é o Prefácio do Livro "Lembranças e Emoções", produzido pela Irmã Apparecida Crepaldi, brasileira, natural de Santo Anastácio/SP e que abraçou a vida religiosa ao entrar no Convento do Priorado de Santa Escolástica em Sorocaba no ano de 1961. Depois, foi transferida para Presidente Prudente, onde na década de 80 assumiu a direção do Colégio Cristo Rei. Em 1986 foi Diretora do Colégio da Imaculada Conceição, em Itapetininga; e em 1987 assumiu a direção do Colégio de Sorocaba, o Santa Escolástica. Depois, voltou para Presidente Prudente - de 1988 a 1998 - dirigindo novamente o Colégio Cristo Rei, onde também celebrou seu Jubileu de 25 anos de vida religiosa, juntamente com os 60 anos do Colégio em 1997. Irmã Apparecida Crepaldi atuou e continua atuando em Araçoiaba da Serra, perto de Sorocaba. Mas também prestou serviços relevantes na Argentina, durante alguns períodos.

No livro - fartamente ilustrado - que acaba de ser lançado oficialmente no Centro Cultural Matarazzo em Presidente Prudente, Ir.Apparecida relata que seu avô (Carlos) nasceu em 1890 na Província de Rovigo, Região de Treviso/ Itália, de onde veio para o Brasil, tendo desembarcado com sua mãe e seus irmãos em 1894 no Porto de Santos/SP. Daí foram transferidos para São Joaquim da Barra. Por volta de 1920/23 a família se transferiu para uma Colônia Italiana na região de Presidente Prudente/SP. Mais propriamente em Ribeirão dos Índios, zona rural de Santo Anastácio. O avanço da ferrovia (EFS) foi o fator que favoreceu esse deslocamento para o extremo oeste paulista. Anos mais tarde, os Crepaldi se transferiram para Presidente Prudente, onde inclusive implantaram o 2º Curtume da região, nas proximidades do atual Museu Histórico Municipal. Carlos Crepaldi - o Patriarca da família - casou-se com Maria Zacharias aos 20 anos de idade, em 1911. Ela era brasileira e residia em Cravinhos/SP. O casal teve 13 filhos, dos quais, cinco falecidos.

A autora do livro que é Missionária da Congregação das Irmãs Beneditinas de Tutzing, acentua que seu pai faleceu em 1961, aos 44 anos de idade. "A 1ª.vez que ví televisão foi quando eu tinha 17 anos. Até então, a prioridade era ouvir Rádio, especialmente o "Repórter Esso". Em Santo Anastácio, crescemos e estudamos até terminar o Ginásio. Depois mudamos para Presidente Prudente no inicio de 1955. Lecionei o 1º semestre em 1958 na Escola Rural da Fazenda Caldeira e no 2º semestre fui para o Convento em Sorocaba.- anexo ao Colégio Santa Escolástica". O livro busca resgatar momentos comuns vividos por nossos antepassados - pessoas que nos lançaram na corrente da vida e nos estimularam a viver honesta e responsavelmente num mundo novo - e, ao mesmo tempo, sem perder de vista os valores que são necessários resguardar e que jamais perdem o valor. Valores, capazes de fazer valer a pena a nossa passagem por este planeta, lembrando-nos de que somos eternos, pois somos filhos do Deus Eterno - conclui o Editor da "História de uma Família - Lembranças e Emoções" pela Ir.Apparecida Crepaldi. 

NOTÍCIA EM TEMPO REAL -  Para se atualizar, acesse o Twitter:  www.twitter.com/altinocorreia
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                      

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Depois de "Sonhos de Caculé"a AVL se confraterniza comemorando seu 9º aniversário !

   A Academia Venceslauense de Letras/AVL promoveu uma de suas noitadas de maior repercussão em toda a região de Presidente Prudente.
A festa comemorativa realizou-se no "Casarão Álvaro Coelho".

O Presidente da AVL, Ari Florentino da Silva falou em nome de todos. 
O "Casarão"totalmente iluminado.
 Em Venceslau: Encontro histórico.


Uma foto para a história: Reunidos os 
Acadêmicos em sua maior parte, incluindo o 
Presidente da AVL e seus Assessores

Apagando a velinha dos 9 anos.
 
"SONHOS DE CACULÉ" :
"Sonhos de Caculé": o filme rodado
pela 1ª vez em Presidente Venceslau. 
     Aqui, começa uma outra história real: cheia de emoções !
Na antiga Estação da EFS em Presidente Venceslau, um casal que saiu da
Bahia desembarca cheio de sonhos e fantasias. Algum tempo depois, os.
seus sonhos se transformam em pesadelo. Inocentemente, eles acreditaram
nas palavras de quem os acolheram com segundas intenções. Em busca
de uma vida melhor, eles encontraram maldade, ódio e perseguição,
sendo retirados à força das terras que haviam adquirido numa área
ocupada por grileiros e posseiros que se intitulavam donos da gleba.
Romário Pereira Oliveira e Gabriela Rodrigues Fidelis (figurantes).

As cenas colhidas mostram alguns
figurantes bem conhecidos na região.
O desempenho artístico contribuiu
para a conquista de uma premiação. 
 O curta metragem produzido em Presidente Venceslau tem no seu Roteiro, Direção e Produção os nomes
de Ari Florentino da Silva e Klaison Simeoni. Diretor de Fotografia: Caio Lanziani. Áudio e Edição: Edgar Gomes. Maquiagem: Laíza Veríssimo e Figurino: Rosimeire Barbosa da Silva, dentre outros.
                                                        ---------------------------------------
Presidente Venceslau é uma cidade do extremo oeste paulista, que ocupa posição privilegiada em termos de arte e cultura. Sua maior conquista junto ao meio cinematográfico é representada pela premiação obtida num curta-metragem que participou este ano do Mapa Cultural Paulista, com premiações de âmbito regional e um dos dez melhores a nível estadual, com "Sonhos de Caculé". Mas abrimos aqui um parenteses para ressaltar a comemoração festiva do 9º Aniversário da Academia Venceslauense de Letras/AVL, que tem na sua Presidência o dinâmico empreendedor, Ari Florentino da Silva. A festança foi representada por uma confraternização no "Casarão" histórico que foi residência oficial do 1º Prefeito, Álvaro Antunes Coelho. Na presença dos Acadêmicos da AVL, o atual Presidente destacou em 1º lugar o nome de Hélio Serejo. "Minha primeira reverência vai para o saudoso Jornalista e Escritor Hélio Serejo, patrono de minha cadeira e patrono desta Academia" e acrescentou: "Não podemos esquecer do ilustre Acadêmico Inocêncio Erbella, que em 04 de Setº/2007 nos convidou para fundarmos a Academia Venceslauense de Letras". Florentino citou ainda o 1º Presidente a quem sucedeu, Almir Guedes Soriano e as perdas irreparáveis do Jurista Leon F.Sklarowisk, Percy Rubens de Mello e mais recentemente, a amiga e escritora Arlinda Garcia de Oliveira Marques.

Quanto à produção cinematográfica "Sonhos de Caculé" (baseado em fatos reais), premiado a nível regional depois de competir com Presidente Prudente, Rancharia e Presidente Epitácio. Posteriormente na classificação geral do Mapa Cultural Paulista - Prêmio de incentivo - com Troféu e R$2.000,00 em dinheiro,  tem muita coisa a contar. Sobre a receptividade do curta-metragem - diz Ari Florentino da Silva - um dos produtores juntamente com o roteirista Klaison Simeoni: Era garoto quando fiquei sabendo da morte de Zé Dico. Conheci algumas pessoas em Venceslau, que depois fiquei sabendo tratar-se de "Quebra Milho". A nossa região é rica em histórias, que dizem respeito à ocupação das terras com jagunços,etc. Sempre quis escrever algo nesse sentido e o fizemos através do filme. "Quando soubemos que produziríamos um filme, propus o tema que foi aceito. "A noite do lançamento foi um sucesso, com casa cheia, muitos convidados se identificaram com a história, uma vez que boa parte tem familiares que vieram do nordeste para conseguir um pedaço de terra".

Florentino disse ainda que"quando o filme esteve disponível no YouTube, em poucos meses chegou a alcançar mais de 3 mil visualizações. Para mim, particularmente foi uma vitória ter retratado um episódio triste de nossa história, cujo trabalho foi premiado pelo Governo do Estado através da Secretaria da Cultura. O episódio que envolve os figurantes do elenco "Sonhos de Caculé", está relacionado aos primeiros anos da década 60 numa área conturbada das barrancas do rio Paraná, em torno da Lagoa São Paulo e Bairro Campinal. Embora consideradas devolutas, as terras foram invadidas inicialmente por jagunços contratados por latifundiários. Qualquer estranho que se aventurasse a permanecer na área desconhecida era sumariamente expulso por pistoleiros, sob ameaça de morte, caso insistisse em permanecer no local. Daí, a história.transportada para o vídeo ou telão, com os personagens: Tonho Caxi (vivido por Romário Ricelli) e Rosinha (interpretada por Gabriela Rodrigues Fidelis). Caculé é uma cidade do sudoeste da Bahia, ao lado de Caetité, Rio de Contas, Brumado e outras que integram a Chapada Diamantina. 

NOTÍCIA EM TEMPO REAL -  Para se atualizar, acesse o Twitter: www.twitter.com/altinocorreia

domingo, 30 de outubro de 2016

"Prêmio Dr.Odilo Antunes de Siqueira" alcança sua 23ª.Edição em concurso anual da APM !

Dr. Odilo Antunes de Siqueira.
A tradicional festa comemorativa à entrega do"Prêmio Científico
Dr.Odilo Antunes de Siqueira" realizou-se na Casa do Médico
 (Sociedade de Medicina de Presidente Prudente), sendo
abrilhantada pelo Grupo JuPgras, sob a regência do Maestro
Professor Júlio Possetti, da Escola Municipal de Artes.

                                                                         (Realização da Associação Paulista de Medicina - Regional de Presidente Prudente/SP).                                                                                                                                                                                                         A famílía Siqueira reunida, nos primeiros dias de nossa história.
 Formado pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, Doutor Odilo Antunes de Siqueira mudou-se
 para a cidade de Anhumas - região de Presidente Prudente - em 1941, onde clinicou por quatro anos. Em
 1947 (portanto há 69 anos), ele implantou o Hospital N.Sra.das Graças, mantido pelos seus herdeiros.
Drª.Marisa Miranda abriu a cerimônia
Drª.Jéssika V.Okumura - 3º Prêmio.
Uma seleta plateia lotou as dependências da Sociedade de Medicina
de Presidente Prudente (Casa do Médico), para tributar homenagens
- in memorian - ao consagrado, humanitário e sempre lembrado Médico,
Doutor Odilo Antunes de Siqueira e os novos laureados com troféus.
DESTAQUE PARA A PREMIAÇÃO
Dona Célia e seu filho Luiz Eduardo (Dr) representaram a família Antunes de Siqueira, neste ato solene.

     Troféu instituído em 1994: Na Casa do Médico as principais personalidades ligadas à Promoção do Prêmio"Dr.Odilo Antunes de Siqueira": Dona Célia Siqueira; Drª.Marlene Spir; Dr.Luiz Antonio Depieri; Drª.Marisa Miranda; Dr. Marcelo Del  Hoyo; Dr. Adhemar Anzai e Drª.Giselle Alborghetti Nai.                                                 ------------------------------------
A Associação Paulista de Medicina/APM - Regional de Presidente Prudente - foi a primeira Instituição a reconhecer os  méritos dos Profissionais de Medicina, outorgando aos que mais se destacam o Prêmio "Dr. Odilo Antunes de Siqueira". Desde 1994 na gestão do então Presidente, Dr.Roberto Lotfi Júnior, até os dias atuais, através do Laboratório de Análises Clínicas "Marlene Spir". Organização da APM com o apoio da UNIMED- Pres. Prudente. Na 23ª.Edição de 2016, os ganhadores foram: 1º lugar - Drª.Karina Lumi Mine, atualmente Pesquisadora do Instituto Imunogenética da Associação Fundo de Incentivo à Pesquisa/AFIP. 2º lugar - Dr.Raphael José Ferreira Felizardo - dedicado à pesquisa do eixo rim-intestino focando principalmente no papel dos ácidos graxos da cadeia curta sobre células renais. Na impossibilidade de comparecer, ele foi representado no ato de premiação pela Drª.Giselle Alborghetti Nai. 3º lugar - Drª. Jéssica Viviane Okumura, que atua no Laboratório de Hemoglobinas e Genética das Doenças Hematológicas da UNESP/IBILCE. A entrega dos Prêmios foi feita pelo Diretor Científico, Dr. Luiz Antonio Depieri.

A criação e implantação do Concurso Anual para premiar os Profissionais de Medicina de maior evidência, foi instituído em 1994. Até hoje, foram 23 premiações. Por todos os méritos, o nome do Dr. Odilo Antunes de Siqueira - de saudosa memória - foi o escolhido e todos os anos durante a comemoração do "Dia do Médico" são indicados três nomes de maior destaque para avaliação, de conformidade com o desempenho de cada candidato. O nome do Patrono obteve aprovação geral, pelos seguintes aspectos: em 1945, depois de residir e clinicar em Anhumas, Dr.Odilo transferiu-se para Presidente Prudente, juntamente com sua família. Dois anos depois, fundou o Hospital e Maternidade Nossa Sra.das Graças, à rua Dr.Gurgel, nº. 715. Em 10 de Dezembro de 1947, casou-se com a Sra.Célia Tenório de Brito, com quem teve seis filhos. Exerceu a Medicina durante todo o tempo em que esteve em Presidente Prudente, excetuando o período de 1961/64, quando exerceu a carreira política, elegendo-se Deputado Estadual junto à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

O Patrono - Dr. Odilo - foi Presidente. da Sociedade de Medicina de Presidente Prudente, por duas vezes: de 1954 a 1956 e de 1967 a 1968. De 1969 a 1973 foi eleito Presidente da Federação da Agricultura do Estado de São Paulo. Seu falecimento ocorreu aos 78 anos de idade no dia 08 de Fevereiro de 1991 e deixou muita saudade. Durante toda sua vida, como Médico, abriu as portas de seu Hospital e Maternidade e recebeu de braços abertos, parte dos Profissionais de Medicina que vieram residir e clinicar nesta região do Estado. Sempre com o principal objetivo de incentivá-los e orientá-los. Não só como Profissionais de Saúde, mas sobretudo, como seres humanos! Esse Prêmio que leva a chancela de um Médico humanitário e de um homem que dedicou sua vida como uma missão de bem servir, representa a gratidão dos Profissionais de Saúde para aquele que foi e continua sendo um exemplo de amor e dedicação ao próximo: Dr.Odilo Antunes de Siqueira !

NOTÍCIA EM TEMPO REAL - Para se atualizar, acesse o Twitter: www.twitter.com/altinocorreia