sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Segurança dos Presídios sofre mudanças, com monitoramento dia e noite em toda a região

Câmeras de vídeo fazem a varredura do alto da Penitenciária mais antiga da região, em Presidente Venceslau. Registra detalhe por detalhe do que se passa em torno do local até a distância de 2 km

    De Presidente Prudente, a 50 km de distância o Operador comanda todas as operações
 de monitoramento. Entre eles, os que são considerados de Segurança Máxima situados em Presidente Venceslau e Presidente Bernardes (P-1 e P-2).  

  •   O controle da Segurança nos principais Presídios da região de Presidente Prudente e do Estado, passa por grandes transformações. Antes havia apenas um trabalho de rotina envolvendo na parte externa, a Policia Militar (armada) e na interna, Agentes de Presídio (sem armas). Era uma norma que vigorava desde os anos 60 quando foi implantado o Presídio pioneiro semi-aberto de Presidente Venceslau, denominado "Penitenciária Regional". Mais tarde, Penitenciária Dr. Zwinglio Ferreira, numa justa homenagem a um de seus primeiros diretores. Depois, o sistema prisional se expandiu por outras cidades e outras regiões, substituindo as antigas Cadeias Públicas do  Estado de São Paulo e criando uma nova estrutura para atender a questão penal, recebendo reclusos de toda parte.

Em 2011 foi criado um Serviço de Videomonitoramento, desempenhado por duas Secretarias de Estado: Segurança Pública e de Administração Penitenciária, por intermédio do Comando de Policiamento do Interior - CPI-8 - e  Coordenadoria da Região Oeste - CROESTE. Simultâneamente, funciona no Quartel do CPI-8 e 18ºBPM-I, o Centro de Operações da Policia Militar do Estado de São Paulo - COPOM- além dos setores de atendimento telefônico 190/193. No mesmo local, está sediado o setor de despachos de viaturas da PM e do Corpo de Bombeiros, para atender ocorrências oriundas de 54 municipios da região, juntamente com o setor de videomonitoramento (VDM).

Com relação ao videomonitoramento, falamos com o Capitão PM Denilson - Chefe do COPOM/CPI-8 - e de acordo com suas informações, as imagens captadas por câmeras especiais (360 graus) em 5 Presídios da região são visualizadas a todo momento, sendo observadas e gerenciadas remotamente por Operadores das consoles instaladas no citado ambiente. A atividade está atrelada às missões realizadas - através de um Termo de Cooperação - assinado pelos Secretários de Estado de duas pastas: Secretaria dos Negocios da Segurança Pública e Secretaria de Administração Penitenciária. Cada Servidor (PM ou Agente de Segurança) desempenha tarefas, de acordo com as suas atribuições.

Com em determinações superiores, a Polícia Militar procura evitar e reprimir delitos, enquanto a Administração Penitenciária mantém a segurança de suas Unidades. Dessa forma, Estado compartilhando tecnologia e instalações - o que reduz os custos - e prestando serviços. Uma das vantagens dessa integração - diz o Capitão PM Denilson - está relacionada à possibilidade de troca de informações, e rápido acionamento das forças de segurança envolvidas na manutenção e restabelecimento da ordem nos Estabelecimentos Prisionais monitorados, visto que estes são objetivos comuns dos dois orgãos.

O Chefe do COPOM CPI-8 cita um exemplo: "Caso haja a detecção de algum veículo em situação suspeita nos arredores de uma Penitenciária monitorada, uma pesquisa em bancos de dados disponibilizado no setor, é facilmente realizada. E na hipótese de uma positivação criminal, ou seja: que o veículo consultado possua alguma queixa (furto/roubo), a viatura ou viaturas policiais podem ser imediatamente acionadas para a realização de uma abordagem policial aos eventuais ocupantes do veiculo".

O Capitão PM Denilson lembra ainda que no decorrer deste ano, as Unidades Prisionais receberão rádios comunicadores que permitirão comunicação direta entre a Segurança Interna e Externa, das muralhas com os Operadores de Videomonitoramento e o COPOM. No tocante à boa parte das missões específicas dos Policiais Militares no setor, pode-se dizer que elas estão vinculadas às atividades de Policiamento, por meio do Monitoramento Proativo e Remoto em alguns pontos de Presidente Prudente. Mas isso, é assunto para outra matéria.


Um comentário:

  1. Meu pai ta preso ai
    To muito tristeee
    i meu deus

    ResponderExcluir