quarta-feira, 4 de abril de 2012

De volta à cidade de Presidente Prudente, Martinho da Vila deu um autêntico show !

                      Fã ardoroso de Noel Rosa, o popular "Brahminha" presenteou Martinho
                                            da Vila com uma peça preciosa de sua coleção.

                         Martinho da Vila - que retornou à cidade de Pres.Prudente - para um show 
                            promovido pelo SESC/Thermas nas dependências do Tenis Clube ficou
                                             comovido com a homenagem recebida.

  • Pela 4ª. ou 5ª.vez em sua carreira profissional, Martinho da Vila veio até Presidente Prudente para um show programado na noite de 04 de Março nas dependências do Tenis Clube. A expectativa foi grande, mas o cantor surpreendeu chegando na véspera. Foi aí que ele se colocou à disposição da mídia local e regional para falar a respeito de sua vida de cidadão e intérprete da música popular brasileira. Entre as músicas de seu repertório, o inesquecível NOEL ROSA, o "Poeta da Vila", lembrado em boa hora pelo seu fã mais ardoroso: José Carlos Garcia Nunes, que a cidade inteira conhece pelo pseudônimo de "Brahminha". Foi ele (Brahminha) que teve a iniciativa de montar um Painel com quadros representativos da vida de Noel Rosa (com capas de LP) e um pequeno banner citando as músicas de maior sucesso e autoria do Poeta da Vila. Entre os nomes de intérpretes  - lógico - figura Martnho da Vila. Foi o presente que lhe foi entregue na véspera do show tão esperado.    
"Quem quiser saber meu nome, não precisa perguntar. Sou Martinho lá da Vila, partideiro devagar. Quem quiser falar comigo, não precisa procurar. Vá onde tiver samba, que eu devo estar por lá" - esta é a primeira frase encontrada na biografia de Martnho da Vila, inserida no seu site oficial na Internet. Martinho José Ferreira é o seu nome de batismo. Nasceu no dia 12 de Fevereiro de 1938 em Duas Barras/RJ. Oriundo da zona rural e filho de lavradores, saiu da Fazenda Cerro Grande, com 4 anos de idade para morar e trabalhar no Rio de Janeiro.

Quando ganhou fama e alcançou a Glória, Martnho da Silva retornou à Fazenda onde havia nascido; e como a Fazenda estava à venda, não hesitou em comprá-la, tornando-se dono e proprietário rural. E passou a chamá-la de "Meu off Rio". Criado na Serra dos Pretos Forros, aprendeu sua 1ª profissão: Auxiliar de Químico Industrial. Cursou depois a Escola de Instrução Especializada, tornando-se Escrevente e Contador, profissão que abandonou em 1970 quando se revelou para a música popular brasileira, como Compositor e Cantor Profissional.  Além disso, tornou-se Escritor com mais de dez livros editados até agora. 

Nos versos que vamos mostrar, nossos internautas - e principalmente os fãs de Martinho da Vila - incluindo o cidadão José Carlos Garcia Nunes (bacharel em Direito) que desempenha a honrosa profissão de Engraxate, tributam homenagens a Martinho da Vila!  "Eu nasci numa fazenda e fui criado na favela. Namorei mulher casada e fui Homem de moça donzela. Treze anos de caserna, Me deram boa lição. Sou formado lá na Vila Isabel, Fiz do Samba profissão"... 

  

Um comentário:

  1. Thank you for the information, the article is very well-written.

    ResponderExcluir